in

Cientistas provam que um tipo de cigarro é mais perigoso do que qualquer outro

Se você pensou que seria mais saudável fumar um cigarro com “baixo teor de alcatrão” ou “light”, pense duas vezes. Na realidade eles são piores para você do que os normais.

Os especialistas ficaram surpreendidos quando notaram que as taxas de adenocarcinoma (um tumor que cresce profundamente dentro dos pulmões) estava se tornando mais comum, bem como as taxas de outros tipos de câncer de pulmão estavam diminuindo à medida que mais pessoas deixavam de fumar.

via GIPHY

Uma equipe de pesquisadores da Universidade Estadual de Ohio descobriu que há uma ligação entre esses dados e o cigarro que é comercializado como “baixo teor de alcatrão” ou “light”. (São aqueles que têm pequenos furos em torno do filtro.)

O pesquisador Peter Shields escreveu: “Isso foi feito para enganar os fumadores e a comunidade de saúde pública e fazer com que eles pensassem que estavam realmente mais seguros.” Os nossos dados sugerem uma clara relação entre a adição de furos de ventilação e taxas crescentes de adenocarcinoma pulmonar nos últimos 20 anos. “O que é especialmente preocupante é que esses buracos ainda são adicionados a praticamente todos os cigarros fumados nos dia de hoje.”




Dr. Sheilds continuou: “Os orifícios de ventilação do filtro mudam a maneira como o tabaco é queimado, produzindo mais carcinógenos, o que também permite que a fumaça atinja as partes mais profundas do pulmão onde os adenocarcinomas ocorrem com mais frequência”.
Seus resultados foram publicados no Jornal do Instituto Nacional, onde também insistiu que os reguladores devem considerar uma proibição de furos de ventilação do filtro.

Hazel Cheeseman, da Action on Smoking and Health, disse que a marca “light” está enganando o público. Ela disse ao Jornal Mirror: “Este tipo de truque é apenas a razão de todos os pacotes agora vendidos no Reino Unido serem um verde monótono. As gerações futuras de crianças não serão enganadas”.

Deixe um comentário