in

Estrupada e comida viva em frente ao marido

Parece uma história tirada de um filme de terror. Quem, nos dias de hoje, seria capaz de fazer algo tão bárbaro, tão desumano?

Tudo isso aconteceu no Brasil, em Camaçari no inicio do ano. Cristina Amaral e Juvenal foram encontrados enterrados no quintal da casa onde viviam. Ele com 57 anos e ela com 44 foram atacados por um bando de criminosos que pretendiam roubar o dinheiro que haviam recebido de uma indemnização.

Um dos criminosos soube que o casal havia recebido uma quantia avultada através da avó. Então reuniu um grupo para os roubar. Porém, o que aconteceu depois foi completamente macabro. Eles torturaram o casal por mais de 24 horas para depois tirarem a vida aos dois.

“Os órgãos internos, incluindo os ovários e as trompas de Falópio foram arrancados do corpo dela e não foram encontrados. Os tecidos foram cortados cuidadosamente e separados dos ossos das duas vítimas. Estamos a investigar se os atos de canibalismo ocorreram também enquanto a vítima do sexo masculino estava viva”, adianta a detetive Maria Tereza Santos.

Dois dos assassinos são adultos mas o mais chocante é que os outros três são menores, 13, 14 e 16 anos.

Ao que se sabe os adultos estão a ser alvo de humilhação na prisão onde já os obrigaram a fazer sex0 oral um ao outro.

Ler mais em: CM

One Comment

Leave a Reply

Deixe um comentário